10 de setembro de 2016

SE


Se eu acredita-se em tudo aquilo que me dizem, de certo que a minha cabeça já tinha estoirado
Se eu acredita-se em tudo aquilo que penso de certo que já estaria louca.

Se eu acreditasse em tudo aquilo que vejo de certo que já estaria cega.
Se eu acreditasse em tudo aquilo que escuto, de certo que já me tinha perdido.

Mas como não acredito em nada disto, acredito apenas que tenho um Deus
que nunca me deixa perder e nunca me desprende, pois a sua mão é a minha amarra
que me ajudou a passar por aqui, para amar e dar de mim, tudo o que tiver que
fazer e dar.

Só tu meu Senhor és o dono incondicional deste ser que mandas-te seguir o trilho
que um dia desbravaras para que eu pudesse passar.
Não tenho vida que chegue para te agradecer...mas tenho aquela  em que
nunca me deixas-te partir, por minha alta-recriação.
OBRIGADA, OBRIGADO, OBRIGADO.

1 comentário:

Nina Filipe disse...

Este poste é um agradecimento pelas tentativas falhadas. A partir daqui sei que ninguém vai de véspera"só o peru" e a nossa hora está escrita para chegar e para partir mas só o motorista sabe a hora da partida.