5 de agosto de 2016

ARCO-ÍRIS



Há dias em que despertamos para a vida.
E tem outros em que a vida nos desperta a nós…
Tem dias felizes… outros apenas confusos
Ou mesmo abstractos, em que todas as cores do arco-íris
Já perderam todas as cores vivas, e se misturaram apenas com as nuvens
Em que só a cinza predomina.
É nesses dias em que a nossa mente mais trabalha e nos faz ver mesmo com
Os olhos vendados, para não ver as injustiças que se vão sobrepondo
E aos poucos apagando o arco-íris que até hoje trazíamos da nossa infância
Pois amanhã já nem crianças existem para contemplar essas tão lindas cores
Que aos poucos vão ficando desbotadas até que desapareçam a esperança
De tentar correr atrás delas para as tentar apanhar.

A cor cinza é a cor que ficou de uns olhos que viram o arco-íris bem de perto
E jamais se esquece o brilho dessas tão lindas cores, resta-me a esperança que
Um dia ainda apanharei um lindo arco para segurar com as minhas mãos.

Já falta muito pouco para que a Natureza seja apenas uma miragem…

                                             

29 de julho de 2016

Caminho de flores









A vida é um caminho cheio de flores
também de pedras.
Há bons e maus momentos

feitos de sorrisos e de lágrimas
e algumas desgraças,porém
vamos superando as dificuldades sem desmerecer
as dificuldades e o caminho terá fim
Aproveita a vida
como se fosse
o último dia.
Faz aquilo em que acreditas
tudo aquilo que fazes.
Tudo o resto é perda de energia.




21 de julho de 2016

Acreditar.


Continuo a acreditar que, com o meu sentimento
e o meu trabalho, estou a participar em algo maior;
quanto mais eu cultivar esta convicção 
dentro de mim, mais a realidade do mundo, progredirá 
a partir dela.



11 de julho de 2016

8 de julho de 2016

SOLIDÃO.



solidão é caminhares ignorado
entre a multidão
e sentires-te recusado, inútil,
sem que ninguém te estenda a mão,
fixe em ti o olhar
e te diga amo-te,
caminhamos juntos!




7 de julho de 2016

TER UM OBJECTIVO QUE VALHA A PENA



Não tenho obrigação de vencer
Mas tenho obrigação de ser verdadeira.
Não tenho obrigação de triunfar
mas tenho obrigação de viver até onde
a luz me leve.

Nina Filipe

6 de julho de 2016

FÉ.


Em cada dia que passa vou descobrindo
que não me falta a fé
mas somente
a consciência  desta
FÉ.